25 de abr de 2011

planificando

        
        ensaio do dia 22/04

Música de Benjamim Taubkin. Aquecimento. Partitura corporal: caixa de ferramentas do ator. Várias fotografias de uma casa imaginária: corredor / sala / quarto / banheiro / área de serviço. Esquecemos da partitura da cozinha! (precisamos lembrar disto mais tarde). Diferente da cena 501, que se transformou em "Travelling", chamamos esta cena de "47" (se é que este nome vai permanecer). Tudo muda, tudo sempre mudará. Quatro passos, mais cinco, guarda-roupas, bifurcação, esquerda, direita. Varais e roupas. Do apto 206, conceitos estreitos foram tirados, ampliados, desenhados pelo corpo. Como uma planta baixa, a cena se planifica. E agora?


T.L. / W.P.

21 de abr de 2011

CENA_47_primeiras_experiências



Primeiros novos ensaios. 14 e 15 de abril. Cena "47".

I
Risco no chão, palavras em frases coerentes, labirintos, mitologia, entradas sem saídas.
Idéias a caminho... partitura corporal, música, trajeto, teorias.
Muitas dúvidas e algumas (poucas) certezas.
II
Rascunho do desenho de um labirinto (nada) artístico. Molde de uma casa (não) habitada. Assim vão se desenvolvendo as idéias de mais uma cena no processo de investigação para o work in process "Nossa Vida Vale mais que um Filme em P&B", da Cia. Cubo.
Do rascunho sem arte ao desenho artístico, idéias brotam a cada risco do grafite na folha branca . Corpo humano? Labirinto?
É preciso descobrir a porta de saída.

T.L.

avançando > > >



Depois de uma "hibernação" necessária.
Após a apresentação da cena "Travelling" em novembro, pausa pública e movimento interno.
Leituras, Gerald Thomas, Antunes, Cia. dos Atores, Marina Abramovic.
Filmes essenciais, vídeos de Pina Bausch.
Idéias fervilhando... movimentos em busca de ajuste para seguir adiante.
É 2011, com muito trabalho pela frente.


T. L.